Make your own free website on Tripod.com

m1.jpg

Home
Concertos
biografia / discografia
novidades/entrevistas
peste&sida
links
Photos

Peste & sida 20 anos de punk rock.
peste.jpg
Nesta pagina apresenta-se  a biografia actualizada  assim como toda a discografia com todos os sucessos da banda.
 

PESTE & SIDA PARA SEMPRE.

 

Biografia.

O grupo Peste & Sida formou-se no Verão de 1986, em Lisboa. A sua formação era constituída por João San Payo (baixo), Luís Varatojo (guitarra) e Fernando Raposo (bateria).

João Pedro Almendra junta-se ao grupo para se encarregar das vocalizações, em Setembro do mesmo ano. Orlando Cohen entra para o lugar de guitarrista.

Participam no 4º Concurso de Música Moderna do Rock Rendez-Vous, mas entretanto conseguem contrato de gravação com a independente Transmédia e editam o LP "Veneno" (1987). Este disco revela uns Peste & Sida próximos da estética Punk em temas como "Veneno", "Furo na Cabeça", "Gingão" ou "Carraspana".

O som do grupo começa a ultrapassar as fronteiras do Punk e alarga-se a outros géneros como o reggae, o rock e o rap. Esta evolução nota-se no segundo disco "Portem-se Bem (1989).

A banda começa a dar muitos espectáculos e faz as primeiras partes dos ingleses P.I.L. (grupo liderado por John Lydon, aliás Johnny Rotten vocalista dos Sex Pistols). Orlando Cohen abandona para formar os "Censurados" com João Ribas.

Ao mesmo tempo que João Pedro Almendra abandona, a banda prepara o seu terceiro trabalho discográfico, que sai em Abril de 1990, com o título "Peste & Sida é Que é...". Este disco inclui uma versão do tema "A Morte Saiu à Rua" de José Afonso e outros temas como o apelativo "Vamos Ao Trabalho!" e "Maldição".

Nuno Rafael entra como guitarrista em 1990 e Fernando Raposo abandona a bateria em 1991. Para o seu lugar entra Marco Franco, ainda a tempo de participar nas gravações do quarto álbum do grupo: "Eles Andam Aí" (1992). Nele se encontram temas como "No Meu Tempo Não Era Assim" e "RFM (Rock Faz Mal)", uma crítica à estação de rádio RFM que se recusava a passar os temas do grupo.

Em 1993 é editado o disco "O melhor dos Peste & Sida", que é um somatório dos dois discos gravados para a editora Polygram.

Em 1994 entra para o grupo Sérgio Nascimento (bateria) a substituir Marco Franco. O grupo, com esta nova formação toca no Terreiro do Paço, em Lisboa, nas comemorações do 25 de Abril e apresenta uma versão de "Bully Bully", clássico do rhythm´n´blues que intitulam "Bule Bule".

Em 1994 participam no disco e no concerto de homenagem a José Afonso com a sua versão de "O Homem da Gaita".

Desde 1991, o grupo começara a ter uma actividade paralela sob o nome de Despe & Siga, interpretando versões em português de clássicos do rock. Durante algum tempo existiriam os Peste e os Despe, até que João San Payo entra em ruptura com os restantes membros do grupo por ser o único a querer manter os Peste & Sida.

No dia 21 de Outubro de 2002, a Universal lançou a compilação "A Verdadeira História" dos Peste & Sida.

Após um interregno de oito anos, os Peste & Sida regressam em força no Inverno de 2003. Em 2004 saí o quinto disco da banda com o título "Tóxico". Esta edição de autor, gravada nos estúdios Crossover em Linda-a-Velha contou com a formação actual da banda: João San Payo (voz e baixo), Orlando Cohen (guitarra), João Alves (guitarra, voz) e Marte Ciro (bateria e voz).
 
Na actualidade a banda conta com João Pedro Almendra na voz, tendo sido convidado para o concerto de estreia no santiago alquimista e para o hard club no porto ainda em 2003  , manteve-se como convidado entre 2004/2005 tocando paralelamente com os Punk Sinatra. Em dezembro de 2005 regressa defenitivamente, enquanto  Orlando Cohen sai.
 
Em 2006 a tourneé começa no Porto, passa por Constãncia, Figueira da Foz,Penafiel, Beja, Terceira (Açores), Quarteira, Linda a Velha, Carcavelos, , Povoa do Lanhoso, Janas, Oliveira  do  Hospital, Vila Viçosa, Loulé, Viana do Alentejo, Sta Iria da Azoia, Vila Real (Trás os Montes), Alenquer, Famalicão, Covilhã, Vieira de Leiria (Marinha Grande), Coimbra, Alhandra, Estômbar .... .
    A  banda comemorou 20 anos de existência em 2006 e enquanto decorria a tour começou a preparar o novo trabalho a apresentar em 2007, o novo trabalho de originais pensa-se que terá a sua edição no primeiro trimestre deste ano.
 

sa2.jpg

Discografia.

 Discography: "Veneno" (1987) - LP edited by Transmédia, reedited by PolyGram in 1989 "Portem-se Bem!" (1989) - LP edited by PolyGram "Reggae sida" (1989) - Maxi single edited by PolyGram "Peste & Sida é que é!" (1990) - LP edited by PolyGram "Eles andam aí!" (1992) - LP/CD edited by B.M.G. "Bule Bule - 7th anniversary of Peste & Sida" (1993) CD single edited by B.M.G. "Tóxico" (2004) - CD edited by D.A.S. Reeditions: "O melhor de Peste & Sida" CD edited by PolyGram (1993) "O melhor de dois - Xutos e Pontapés/Peste & Sida" CD edited by PolyGram (1996) "A verdadeira história" CD edited by Universal Music Portugal (2002 Appearances on compilations: "Johnny Guitar" edited by EMI - Valentim de Carvalho (1993) "Os filhos da madrugada cantam José Afonso" edited by B.M.G. (1994) "Morangos com açúcar" edited by Farolmúsica (2005) "Ataque Frontal - Underground Português" edited by Impulso Atlântico (2006).

pestesidaveneno4mt.jpg

VENENO 1987.

01 - Peste & Sida
02 - Gingão
03 - Paranoia
04 - Furo na cabeça
05 - Història de loucos
06 - Carraspana
07 - Pátria sábia
08 - Veneno
09 - Marcha

pestesidaportem-se.jpg

PORTEM-SE BEM 1989.

01 - Alerta geral
02 - Está na tua mão
03 - Chuta cavalo
04 - Paulinha
05 - Caixa colorida
06 - Sol da caparica
07 - Familia em stress
08 - Acordas pela manhã
09 - Sedento
10 - Portem-se bem
11 - Vamos lá saindo
 

oo.jpg

MAXI SINGLE REGGAESIDA 1989.

01 - Homem de sorte
02 - Reggae sida

equee.jpg

PESTE&SIDA É QUE É 1990 .

pesteandama.jpg

ELES ANDAM AÍ 1992 .  

300

c_1195071.jpg

O MELHOR DOS PESTE & SIDA 1993.

pp.jpg

O MELHOR DE 2 1996 ( XUTOS E PONTAPÉS / PESTE&SIDA ) .

c_2070954.jpg

PESTE&SIDA - A VERDADEIRA HISTÓRIA 2002.

  01 - Veneno
  02 - Carraspana
  03 - Gingão
  04 - Sol da caparica
  05 - Paulinha
  06 - Chuta cavalo
  07 - Familia em stress
  08 - Homem de sorte
  09 - Reggae sida
  10 - Alcides ( remix dub )
  11 - Vamos ao trabalho
  12 - A morte saiu á rua
  13 - A Verdadeira História De Alcides Pinto
  14 - Bom Português
  15 - Tu Queres Ecus 
  16 - Isso dizes tu
  17 - RFM o rock faz mal ( versão acústica )
 

c_2356383.jpg

TOXICO 2004.

01 - Peste até ao fim
02 - Funky Riot
03 - Ter alguém
04 - Ska core eco
05 - Trash Metal
06 - Década de Salomé
07 - Deixa de Filosofar
08 - Acorda
09 - Trash core
10 - Continuo a cantar
11 - Crime e castigo
12 - Ska Caustico
13 - Traz tudo
14 - Hidden

u3.jpg